Tecnologia de Espionagem
13 de julho de 2016
Por que você precisa de um detetive?
1 de agosto de 2016

Onde guardar dados confidenciais com segurança?

Muitas vezes, quando recebemos arquivos, senhas, fotografias ou qualquer tipo de material que seja confidencial, não fazemos ideia de como e onde armazená-los de maneira que estes fiquem em segurança. Afinal de contas, dependendo do material confidencial, se este for vazado pode gerar uma série de problemas, principalmente o que eu encontro para as pessoas que me contratam.
E é exatamente pensando nisso que separamos aqui uma série de maneiras que possibilitam a você guardar qualquer arquivo ou documento que você quiser de maneira segura e que apenas você tenha acesso.

 
Autenticação de duas etapas
A primeira coisa a se fazer para proteger os seus arquivos é adotar a autenticação de duas etapas nos serviços da web que você utilizar, inclusive se eles forem o iCloud ou algum dos serviços do Google.
Esse método exige que, para que você tenha acesso aos documentos em questão, você coloque além de uma senha, um código que é enviado para o seu celular no momento em que você tenta realizar o login. Dessa forma, mesmo que a sua senha seja hackeada, o hacker não vai conseguir acessar a sua conta pois precisaria de mais dados.
Tanto a Apple, quanto o Google e a Microsoft contam com esse tipo de serviço de autenticação em suas plataformas.

 

 
Pastas protegidas
Se você prefere guardar os seus arquivos localmente, o ideal é que você proteja as pastas do seu computador onde eles estão. Para isso basta instalar um programa de proteção, uma boa opção é o Folder Lock, que é um software pago que protege pastas e arquivos que você escolher com criptografia. Se você prefere opções gratuitas, uma boa pedida é o Easy File Locker.
Vale lembrar que, se você guarda os seus documentos confidenciais no seu smartphone, a mesma coisa deve ser feita. Tanto para Android, como para iPhone já existe uma série de aplicativos que protegem os seus arquivos com senha.

 

 

Deixe senhas óbvias de lado
Independente de onde você armazenar os seus arquivos e documentos, é natural que você precise de uma senha de acesso para verificá-los. E na hora de escolher a senha que vai protegê-los, é imprescindível que você fuja de senhas óbvias e fáceis demais, que podem ser facilmente adivinhadas por quem tentar invadir seus arquivos.
Evite números sequenciais, nomes de parentes e data de nascimento. A dica aqui é misturar letras maiúsculas com minúsculas com números e caracteres especiais (como $, &, *,!, ? etc). Outra dica é criar várias senhas diferentes para cada serviço, dessa forma, caso seja hackeada em um, o hacker não terá acesso aos demais.
Esqueça o pen drive
Guardar arquivos confidenciais que não podem ser revelados em pen drives é uma péssima ideia, que deve ser abandonada já. Isso porque eles são objetos pequenos e muito fáceis de esquecer ou perder.
Exatamente por isso é uma péssima ideia circular por aí com um pen drive repleto de conteúdo privado, isso porque ele pode cair nas mãos erradas.

Converse no WhatsApp